Lava Jato prende Governador do Rio por propina que tinha até Décimo Terceiro. Pezão foi delatado pelo "homem da mala" de Sergio Cabral

Polícia Federal dentro do Palácio das Laranjeiras para prender o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (foto: G1)



O ministro Félix Fischer, relator da Lava Jato no STJ, mandou a Polcia Federal prender o governador do Rio de Janeiro, Luiz Eduardo Pezão dentro do Palácio das Laranjeiras, residência oficial.

A prisão do governador em pleno exercício do mandato se deu em decorrência da delação do operador financeiro do ex-governador Sergio Cabral, que já se encontra preso e condenado também por corrupção e lavagem de capitais.

De acordo com o delator, Carlos Miranda, conhecido como "o homem da mala" do ex-governador do Rio de Janeiro, Sergio Cabral, quando era secretário de Cabral, Pezão teria recebido uma mesada de R$ 150 mil, de empreiteiras e outras empresas corruptores e bônus que chegavam a R$ 1,5 milhão e ainda décimo terceiro a título de propina.

A prisão do governador do RJ foi solicitada à procuradora geral da república Raquel Dodge que fez o pedido de prisão a Felix Fischer. Além de Pezão, estão sendo procurados pela Polícia Federal dois secretários de Pezão, o de Obras, José Iran Peixoto Junior, o de Governo, Afonso Henriques Monerato e um sobrinho de Pezão conhecido como Marcelinho, braço direito e operador financeiro de Pezão. Um servidor da Casa Civil chamado Luiz Barroso também é alvo. Quatro empresários que teriam pago as propinas a Pezão também estariam entre os alvos.

O ministro Félix Fischer é o relator de todas as delações e inquéritos da Lava Jato no Superior Tribunal de Justiça e é considerado linha dura. O Blog da Noelia Brito apurou que existem outros governadores delatadas e sob investigação sob a relatoria de Fischer.

Comentários

MAIS VISITADAS DO MÊS

Preso por sonegaçãoe lavagem de dinheiro, DJ das celebridades protestava contra a corrupção e contra Dilma na Av. Boa Viagem

OPERAÇÃO MAR ABERTO: SOCIALITE PERNAMBUCANO PRESO NA OPERAÇÃO GASTOU QUASE R$ 3 MILHÕES COM CARTÕES DE CRÉDITO, REVELA DECISÃO QUE MANDOU PRENDÊ-LO. ESPOSA E DEMAIS PARENTES OSTENTAVAM GASTOS INCOMPATÍVEIS COM OS GANHOS DECLARADOS

Paulo Câmara tenta transferir ação de improbidade por ocultação de dados sobre repasses de recursos do SUS para Organizações Sociais à Justiça Estadual. MPF reage e aponta que Estado recebeu mais de R$ 9 bilhões da União para Saúde dos pernambucanos

MAR ABERTO: OPERAÇÃO DA DRACO E DA SEFAZ/PE PRENDE DJ DAS CELEBRIDADES RECIFENSES E O PAI, COMERCIANTE DE LANCHAS PARA RICAÇOS, POR SONEGAÇÃO, LAVAGEM DE DINHEIRO . MANDADOS FORAM AUTORIZADOS PELA JUÍZA ANA MOTA, DA VARA DOS CRIMES TRIBUTÁRIOS

Estelionato: Bolsonarista fundador do Direita Pernambuco é preso pela Polícia Civil por aplicar golpes em aplicativos de transporte por meio de empresas fantasmas. Golpe teria extensão nacional